Vale Moçambique obteve uma produção recorde de 3,0 milhões de toneladas no segundo trimestre de 2017, constituída por 2,0 milhões de toneladas de carvão de coque ou metalúrgico e praticamente um milhão de toneladas de carvão térmico.

MAPUTO – O grupo mineiro, ao divulgar o relatório de produção relativo ao segundo trimestre de 2017, informou que a produção obtida pela sua subsidiária moçambicana representou um aumento de 24,8% relativamente à contabilizada no primeiro trimestre (2,4 milhões de toneladas) e de 142,7% relativamente à obtida no trimestre homólogo de 2016 (1,2 milhões de toneladas).

Em termos globais, citados pela Macauhub, o grupo brasileiro produziu no segundo trimestre 91,8 milhões de toneladas de minério de ferro (com um aumento homólogo de 5,8%), 12,2 milhões de toneladas de pelotas (+21,5%), 507 mil toneladas de manganês (-8,2%), 65,9 mil toneladas de níquel (-16,1%), 102,7 mil toneladas de cobre (-4,4%) e 1,4 milhões de toneladas de cobalto (+7,7%).

O grupo Vale produziu ainda 105 mil onças de ouro, uma quebra de 11,0% relativamente à produção registada um ano antes.

Fonte: Folha de Maputo