O Benfica assinalou hoje o terceiro aniversário da morte de Eusébio da Silva Ferreira, desaparecido a 5 de Janeiro de 2014, a poucos dias de completar 72 anos de idade.

“Uma morte que parou o País, que chorou a perda daquela que é considerada por muitos a maior figura do futebol português do século XX”, pode ler-se no site oficial dos encarnados citado pelo jornal A BOLA online.

A FIFA também não ficou alheia a data e publicou um vídeo em que recorda os melhores momentos da carreira do ‘Pantera Negra’.

Eusébio da Silva Ferreira, nasceu em Moçambique, na então cidade de Lourenço Marques.

Fonte: Folha de Maputo