A Polícia da República de Moçambique (PRM) desactivou o plantio de cannabis sativa numa residência em Maputo.

MAPUTO- Segundo a corporação, a planta pertence a uma plantação que estava a germinar na residência de um cidadão.

O cidadão em causa refuta as acusações e diz que a planta pertence ao dono da casa que ele arrenda há seis meses.

Enquanto decorrem as investigações o indiciado aguarda numa das celas da PRM.

Fonte: Folha de Maputo