O Conselho Municipal da cidade de Maputo tem cerca de dois milhões de meticais para mitigar os estragos causados pelas chuvas que caem desde a noite da última segunda-feira, na capital do país.

A informação foi avançada esta terça-feira, pela vereadora de Saúde e Acção Social, Yolanda Manuel, na conferência da imprensa que visava dar o ponto de situação sobre as chuvas na capital

De acordo com a fonte, os ventos fortes e a chuva que se registam, desde a última segunda-feira, no sul do país, particularmente, na cidade de Maputo, deixaram um rasto de estragos nos vários bairros da capital do país.

“A cidade de Maputo vem sendo fustigada por chuvas intensas, ainda não trouxeram perdas humanas, mas houve muitos danos materiais. De um modo geral, um pouco por todos os bairros, registamos alagamento de várias vias. Algumas delas ficaram intransitáveis temporariamente”, disse Yolanda Manuel, para depois prosseguir “estas chuvas também levaram a que quatro famílias do bairro do Maxaquene C ficassem desalojadas porqu durante a noite suas casas ficaram cheias de água e tiveram que ser abrigadas na Escola Primária Completa da Maxaquene C, mas como a situação tende a melhorar voltaram paras as suas residências”.

Segundo a vereadora, as chuvas não causaram óbitos, mas em alguns pontos de Maputo, camponeses perderam parte significativa do seu cultivo.

O município da cidade de Maputo apela às pessoas que vivem em zonas baixas, como por exemplo, o bairro de Magoanine, Hulene, Ferroviário, Minguene, entre outros, para abandonarem os locais, de modo a evitarem danos maiores.

Fonte: O País