Mercados de transferências

Os internacionais moçambicanos ao serviço do Ferroviário de Maputo, Jeitoso e Edmilson, são pretendidos por clubes sul-africanos, para o próximo ano, segundo informações do respectivo empresário moçambicano que tem estado a ocupar-se da colocação de jogadores desta pérola do Índico no futebol da terra de Madiba.

Depois de excelentes exibições ao nível dos “locomotivas” da capital do país, onde ajudaram a equipa a conquistar o título de 2015 e ao nível da selecção nacional, os Mambas, onde até já formaram duplas em jogos amigáveis e por vezes na companhia de Zainadine Júnior, Jeitoso e Edmilson têm agora a possibilidade de jogar no estrangeiro, sendo a África do Sul o destino agora colocado na mesa.

Para o caso de Jeitoso, seria a primeira experiência de transferência para o estrangeiro, enquanto para Jeitoso seria a segunda tentativa, depois de ter regressado de um estágio no Sporting Clube de Portugal, a meio da época passada.

Entretanto, os dois jogadores esperam o início do próximo ano para tentarem a sua sorte, uma vez que o campeonato está interrompido para dar espaço aos jogadores de passarem a quadra festiva com suas famílias.

Esta paragem propiciou o regresso a Maputo do avançado Parkin, que tenta a sorte no Bidvest Wits, equipa onde alinha o capitão dos Mambas, Dominguez. Aliás, de acordo com o seu empresário, Rui Frois, este jogador, Parkin, tem todas possibilidades de assinar contracto com o clube sul-africano, em razão do seu potencial demonstrado não só ao serviço do Costa do Sol mas por aquilo que mostrou nos testes naquele clube.

O campeonato sul-africano só volta a competições no dia 9 de Janeiro.

Fonte: O País