O PR José Eduardo dos Santos, afastou, por decreto, a administração da transportadora aérea estatal TAAG, liderado por Peter Hill, na sequência da decisão dos árabes da Emirates, que se retiraram da gestão daquela companhia.

MAPUTO – A informação consta de um comunicado da Casa Civil do Presidente da República, dando conta que o decreto exarado pelo chefe de Estado dá como “findo o mandato do conselho de Administração da TAAG”, que havia sido nomeado em 15 de Setembro de 2015, “na sequência da rescisão unilateral” pela Emirates do contrato de gestão com a companhia aérea nacional.

No mesmo decreto exarado hoje, José Eduardo dos Santos procede à nomeação de uma comissão de gestão para “assegurar a continuidade da actividade” da transportadora, que será coordenada por Joaquim Teixeira da Cunha, antigo presidente do conselho de administração.

Esta comissão de gestão terá como coordenadores adjuntos Rui Paulo de Andrade Telles Carreira e Wiliam Rex Boutler, integrando ainda Eric Zinu Kameni, Nuno Ricardo da Silva Oliveira Pereira, Patrick J. Rotsaert e Vilupa Mathanga Gunatileka, de acordo com a mesma informação prestada à Lusa.

A transportadora aérea Emirates anunciou na segunda-feira o “fim imediato” do contrato de concessão para gestão da companhia de bandeira angolana TAAG face “às dificuldades prolongadas que tem enfrentado no repatriamento das receitas” das vendas em Angola.

Fonte: Folha de Maputo