Banco Mundial prevê aumento de quase 25%

Depois de a descida acentuada do preço do carvão no mercado internacional desanimar os investimentos em curso na província de Tete, a meio do ano passado, o jogo mudou: o preço do carvão começou a valorizar e revitalizou o interesse pelas minas de Tete. Para este ano, o Banco Mundial está a elevar a previsão de aumento de preços da energia, abrangendo o petróleo, o gás natural e o carvão, que devem dar um salto de quase 25%, um aumento acima do anunciado em Julho do ano passado. A previsão revista consta da mais recente versão do relatório Commodity Markets Outlook (Perspectivas dos Mercados de Produtos Básicos).

Assim, abrem-se boas perspectivas de que a economia retome a captação de divisas, que conheceram redução significativa nos últimos tempos.

Quanto aos preços do petróleo bruto para 2017, a previsão é de aumento de 53 dólares para 55 dólares por barril, numa altura em que os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) discutem a limitação da produção após um longo período de produção sem limite.

Fonte: O País