O aeroporto do município do Soyo, província angolana do Zaire, está encerrado ao tráfego aéreo, na sequência do acidente registado com uma aeronave da Transportadora Aérea Angolana (TAAG), sem vítimas a registar.

A informação hoje avançada pelo director do aeroporto do Soyo, José Chissonde Mane, sublinha que há excepções à medida, para os voos realizados por helicópteros.

Em causa está um acidente ocorrido, domingo, com um Boeing 737-700 da TAAG, que fazia a rota Luanda/Soyo, com 41 passageiros e seis tripulantes a bordo, tendo registado uma avaria técnica depois da aterragem, quando se preparava para estacionar.

Segundo o responsável, após a aterragem, quando eram 11:00 locais, preparando-se para o estacionamento, a aeronave `encolheu o trem do nariz, tocando com a fuselagem no pavimento´.

“Por essa razão está obstruída a pista e encerrámos o aeroporto a todo o tráfego, mas temos algumas excepções para os voos de asa rotativa, estamos a falar nos helicópteros”, disse José Chissonde Mane, em declarações à rádio pública angolana.

O responsável avançou, ainda, que estão a ser envidados esforços para o mais breve possível ser removida a aeronave do sítio onde se encontra para a reabertura do aeroporto.

O porta-voz da TAAG, Carlos Vicente, referiu, domingo, que equipas técnicas estão a trabalhar para avaliarem o que terá causado o acidente, para informação mais precisa sobre o problema registado com o aparelho.

Fonte: Folha de Maputo